Ads 468x60px

Padre Marcelo Rossi revela que tentou se matar por causa de depressão

O padre Marcelo Rossi participou do "De Frente com Gabi" e falou com a apresentadora Marília Gabriela sobre a sua depressão.  "Eu achava que depressão era frescura. Até que Deus permitiu que eu caísse", revelou o religioso. Ele afirmou que superou o problema sem o auxílio de remédios.
"Completei 20 anos de padre e amo o que faço. Lido com pessoas deprimidas e a tendência é somatizar. Querendo ou não, você sofre junto. Eu quis fazer uma experiência e provar a um amigo meu, psiquiatra, que era possível sair da depressão [sem remédios]. O pior são os pensamentos auto destrutivos. Tenho um caso de suicídio

Concurso do TJ-BA tem mais de 135 mil inscritos; número será finalizado na terça-feira

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) divulgou no começo da noite desta sexta-feira (12) mais uma prévia do número de inscritos no concurso público: 135.089. Os dados superam a primeira parcial, divulgada pelo Bahia Notícias, quando cerca de 119 mil pessoas tinham as inscrições homologadas. De acordo com o informe do TJ-BA, o número de inscritos será totalizado na próxima terça (16), quando a Fundação Getúlio Vargas, responsável pela organização da prova, finalizar a conferência dos pagamentos realizados. As vagas estão direcionadas para os cargos de Analista e Técnico Judiciário: 107 para nível superior, 81 para nível médio e 12 para nível médio técnico, com formação de cadastro de reserva. Também ficou definido que 70% das vagas serão destinadas aos cartórios judiciais. A prova, programada para acontecer no dia 25 de janeiro de 2015, é o primeiro concurso depois de nove anos. Os vencimentos básicos são de R$ 3.091,21 para nível médio e R$ 5.117,24 para nível superior. As provas, com questões objetivas e discursivas, serão realizadas em Barreiras, Feira de Santana, Ilhéus, Juazeiro, Porto Seguro, Salvador e Vitória da Conquista.

Salvador é o destino turístico mais desejado, diz Ministério do Turismo

Salvador é o destino turístico mais desejado pelos brasileiros neste verão, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo. Ainda segundo a pesquisa mensal "Sondagem do Consumidor - Intenção de Viagem", Porto Seguro, no sul da Bahia, também está entre os principais destinos turísticos de sol e praia no Nordeste do país, e também tem a preferência nacional para viagens de férias e final de ano.Este ano, na capital baiana, a festa de final de ano começa no dia 28 de dezembro e segue ate o dia 4 de janeiro de 2015. Além disso, diversas bandas da capital baiana prepararam ensaios que acontecem durante todos os dias da semana em Salvador. A casa de Jorge Amado foi transformada em um memorial. Também conhecida como "Casa Rio Vermelho Vida e Obra de Jorge Amado e Zélia Gattai", o espaço conta com 15 ambientes projetados para expor vida do escritor e da esposa. Os visitantes podem percorrer mil metros quadrados dentro da casa, inclusive o jardim onde estão as cinzas do casal. Podem ainda ,ouvir narrações de trechos de obras, que revelam como a importância do amor e do sexo para Jorge Amado, e visualizar imagens projetadas nas paredes e na cama do casal. A Casa do Rio Vermelho está localizada no bairro de mesmo nome, na Rua Alagoinhas, número 33. As visitas podem ser feitas nas sextas, sábados e domingos, das 10h às 17h. A entrada custa R$ 20 a inteira. (Globo)

Cresce a participação das mulheres nas Forças Armadas brasileiras

O primeiro registro de uma mulher brasileira em combate ocorreu em 1823, quando Maria Quitéria de Jesus lutou pela manutenção da independência do Brasil. Ela é considerada a primeira brasileira a assentar praça em uma unidade militar. Mas a história das mulheres nesse setor está recheada de outras conquistas. Durante a 2ª Guerra Mundial, 73 enfermeiras serviram como volun­tárias em hospitais do exército norte-americano. Após a guerra, a maioria delas foi condecorada e recebeu a patente de oficial, sendo licenciadas do serviço militar ativo. No caso da Marinha, as mulheres começaram a ocupar os quadros a partir de 1980, quando o ingresso na Força foi regu­lamentado por lei. Atualmente, a Força Naval conta com 6.981 mulheres militares. Já a Força Aérea Brasileira (FAB) criou o Corpo Feminino da Reserva da Aero­náutica (CFRA) em 1981, absorvendo, no ano seguinte, sua 1ª turma, composta por 150 mulheres de diversas formações: psicólogas, enfermeiras, analistas de sistemas, assistentes sociais, fonoau­diólogas, nutricionistas e biblioteconomistas, entre outras. No Exército, a primeira turma de formação envolvendo mulheres foi aberta em 1992, com 49 alunas. Em 1996, a Força Terrestre instituiu o serviço militar feminino voluntário para médicas, dentistas, farmacêuticas, veterinárias e enfermeiras de nível superior. Nesse mesmo ano, incorporou a primeira turma de 290 voluntárias para prestarem o serviço militar na área de saúde. De lá para cá, o número de mulheres no Exército só aumentou, alcançando o patamar de 5.400 integrantes. Um dos crescimentos mais notórios, no entanto, deu-se na FAB, cujo número de oficiais do segmento feminino saltou de 3.662, em 2003, para 9.299, em 2012. A Aeronáutica é, atualmente, a Força Armada que registra a maior participação feminina em seus quadros – inclusive, em postos de destaque, como pilotos de caça.

Enem para presos teve redação sobre 'rolezinhos' e abstenção de 30,5%

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para pessoas privadas de liberdade realizado nesta terça (9) e quarta-feira (10) registrou abstenção de 30,5% no segundo dia, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). O tema da redação, na prova de quarta-feira, foi "O que o fenômeno social dos ‘rolezinhos' representa? Mais de 38 mil pessoas estavam inscritas, entre elas 2.517 candidatos (não privados de liberdade) que não puderam realizar as provas em 8 e 9 de novembro último por problemas de falta de energia elétrica nos municípios de Escada (PE), Extremoz (RN) e Manaus (AM). Estes realizaram provas em escolas destas cidades. Os 'rolezinhos', reunião de grande grupo de jovens por meio de redes sociais para passear ao mesmo tempo em shopping centers, foram registrados com mais frequência no ano passado e gerou reações dos donos de estabelecimentos comerciais (saiba mais sobre os rolezinhos) A proposta de redação incluiu um texto jornalístico sobre a origem do fenômeno, uma charge com crítica relativa à percepção social do rolezinho e um artigo de opinião que apresenta desdobramentos sociais relacionados ao assunto. O gabarito oficial será divulgado nesta sexta-feira (12). No primeiro dia de aplicação, os candidatos realizaram os testes de ciências humanas e suas tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia) e de ciências da natureza e suas tecnologias (química, física e biologia), com duração total de 4h30. No segundo dia, além da redação, os inscritos fizeram provas de linguagens, códigos e suas tecnologias (língua portuguesa, literatura, língua estrangeira — inglês ou espanhol —, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação) e matemática, com duração total de 5 horas e 30 minutos. (Globo)

Aécio devolve salários de senador que recebeu em período eleitoral

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) devolveu os salários que recebeu entre agosto e outubro deste ano, período em que esteve em campanha como candidato à Presidência da República. Os três depósitos de R$ 26,7 mil foram registrados na arrecadação do Senado e repassados para o Tesouro Nacional. Aécio tinha prometido devolver os valores por ter mantido seu mandato durante a campanha, ao invés de se licenciar da Casa como outros congressistas. No período, o tucano recebeu benefícios como passagens de ida e volta para Minas Gerais e uma cota de R$ 15 mil para a manutenção do seu gabinete. Apesar de ter comparecido pouco ao Senado durante a campanha, Aécio se manteve no mandato pois, segundo a Folha de S. Paulo, foi pressionado para garantir a oportunidade de ocupar o plenário caso fosse alvo de ataques de governistas. (Agência Estado)

Governo diz que cenas de beijo gay têm mesma classificação que beijo hétero

O Ministério da Justiça publicou uma nota em sua página oficial no Facebook na manhã desta quinta-feira (11) explicando que -- para a classificação indicativa de programas de televisão, filmes e outras obras culturais -- não há diferenciação entre cenas que mostrem beijos de pessoas do mesmo sexo e de sexos diferentes. "O beijo é Livre (ainda bem, né?). Para a Classificação Indicativa do MJ, é indiferente se o beijo é entre pessoas do mesmo sexo ou não. A nudez não erótica também pode ser considerada Livre", diz o post no perfil da organização governamental. A página do ministério explica ainda que a indicação muda quando o conteúdo é erotizado, mas que mesmo assim não faz distinção entre as orientações sexuais. "Conteúdos mais erotizados – nudez velada, insinuação sexual e carícias sexuais, como preliminares ao ato sexual – podem ser 'não recomendado para menores de 12 anos'. Nesse caso, também não faz diferença para a #ClassificaçãoIndicativa se as cenas são protagonizadas por pessoas do mesmo sexo." No post, a página do governo ainda mostra uma cena romântica entre dois homens, do filme "O Segredo de Brokeback Mountain". A publicação foi bastante comentada desde sua publicação, com a maioria dos internautas se colocando contra o critério exposto pelo Ministério da Justiça. "Acho isso ridículo e sinal de final dos tempos", diz o usuário Rogério Reis. "Livro da Justiça de Deus fala ao contrário - fico com a Bíblia", opina Pedro Eneias. "O ministério da justiça em vez de se preocupar com a impunidade, criminalidade, corrupção e tantas coisas mais importantes está preocupado em promover a imoralidade e depravação", diz Junior Caetano. O internauta Valmir Sarmento diz que carícias entre homens e mulheres não estão "no mesmo patamar" que carícias entre pessoas do mesmo sexo. "O MJ não pode simplesmente forçar, violentar e arrombar a consciência, os costumes e padrões de milhares de famílias e lares brasileiros forçando-os a colocar as carícias entre dois homens, ou duas mulheres, no mesmo patamar das carícias entre homem e mulher. O Estado é servo da sociedade e não o contrário." Em contrapartida, vários internautas parabenizaram o Ministério da Justiça pela publicação, colocando-se a favor da igualdade de gêneros. "Muito civilizado. Parabéns", diz Israel De Castro. "Não vejo problema nenhum. Se os pais não querem que seus filhos vejam, controlem mais o que eles têm acesso", analisa Thamiris Farias. "Não é favor. Não é privilégio. Não é mais do que obrigação!", pontua Antonio Junior. O internauta LP Gonçalves critica o posicionamento dos usuários que reclamaram do post do Ministério. "Extremamente correta a postura, poderia aproveitar e abrir um processo criminal para todos que expressarem sua homofobia logo abaixo. Uma coisa é falar, "eu não assistiria", outra coisa é falar 'é um absurdo, fim dos tempos, e blá, blá, blá.'"

Sindicato diz que pagamento de Minha Casa, Minha Vida está atrasado há 60 dias

O pagamento de construtoras responsáveis por obras do programa Minha Casa, Minha Vida está atrasado há 60 dias e gerou uma situação “insustentável” para as empresas, afirmou o Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon-BA). “[A situação] compromete não apenas o pagamento do décimo terceiro, como da folha de pessoal das empresas”, alerta o presidente do Sinduscon-BA, Carlos Henrique Passos. Segundo ele, o programa federal representa cerca de 35% do total de trabalhadores que atuam no setor da construção civil no estado. “Esse dado por si só demonstra a necessidade em garantir a efetividade do programa, afinal, é um resgate de uma dívida social com os brasileiros, que necessitam de moradia digna”, avaliou. Ele sugere que a falta de pagamento poderia protestos e demissões imediatas. Atualmente, cerca de 500 mil trabalhadores estão diretamente ligados à construção de unidades do MCMV no Brasil.

Empresa americana diz que pagou propina a FAB


Uma empresa americana de manutenção de motores de aeronaves admitiu à Justiça dos Estados Unidos que pagou propina à Força Aérea Brasileira (FAB) e ao gabinete do ex-governador de Roraima José de Anchieta Júnior (PSDB). Um comunicado do Departamento de Justiça dos EUA publicado nesta quarta-feira (10) informa que a Dallas Airmotive pagará US$ 14 milhões de sanção penal por descumprir a lei que pune empresas do país que praticam corrupção no exterior. Procurada, a FAB disse que soube do caso pela imprensa e que abriu processo para apurar os fatos. José de Anchieta Júnior disse que se informará sobre o assunto antes de se pronunciar. Em nota, a Dallas Airmotive confirmou o pagamento de suborno e atribuiu as ilegalidades a funcionários que já estão fora da empresa. Segundo o Departamento de Justiça dos EUA, a Dallas detalhou que, entre 2008 e 2011, subornou funcionários da FAB e do gabinete do governo estadual de Roraima, na época sob administração de Anchieta Júnior. Entre os mecanismos usados pela empresa para o pagamento da propina estavam acordos com empresas de fachada, pagamentos a terceiros e oferecimento de presentes aos funcionários, como pagamento de férias, diz o comunicado. Segundo o "Wall Street Journal", no documento de informação criminal em que a empresa assume o ocorrido, os promotores acusam a Dallas Airmotive de conspiração e de violar as disposições anti-suborno da Foreing Corrupt Practices Act – lei americana de 1977 que proíbe o pagamentos a funcionários de governos estrangeiros para obter ou manter negócios. De acordo com o documento, um escritório da Dallas Airmotive em Belo Horizonte realizava os contratos de serviços da empresa com clientes comerciais e governos da América Latina. (Globo)

Segundo pesquisador, todo mundo tem medo da felicidade

Com mais de 45 anos de carreira, o psiquiatra e psicoterapeuta Flávio Gikovate, de São Paulo (SP), já atendeu mais de 9.000 pacientes. Esse número, segundo ele, se estende a 20.000, se forem contabilizados os ouvintes que têm suas dúvidas respondidas no programa "No Divã do Gikovate", que vai ao ar aos domingos, às 21h, na rádio CBN. A experiência lhe rendeu a convicção de que todo mundo teme a felicidade e costuma sabotá-la. Autor de mais 30 livros, Gikovate lançou, recentemente, "Mudar – Caminhos para a Transformação Verdadeira" (MG Editores), no qual aborda a dificuldade de abandonar hábitos –entre os quais aqueles que nos impedem de alcançar objetivos– e a importância do autoconhecimento para mudar atitudes e pensamentos. De acordo Gikovate, o medo tem relação com o que nos aconteceu no ato de nascer, pelo qual todos passamos: estávamos em harmonia no útero, uma espécie de "paraíso", e dali fomos expulsos na hora do parto. Assim, nascer é uma transição para pior, pois passamos a estar expostos a dores, sensações de desamparo. Parece que se forma um tipo de condicionamento: sempre que estamos próximos de um estado de harmonia e felicidade, tememos o risco de uma nova ruptura, agora a da morte ou da perda de pessoas amadas. Parece que o risco de tragédia aumenta quando estamos próximos da felicidade, o que não é fato, mas é como sentimos. Aliás, todo pensamento supersticioso tem a ver com isso: quando estamos bem, batemos na madeira para afastar os maus fluidos. Assim, o medo da felicidade é, de fato, o medo de perder a felicidade e o que temos de melhor, como se esse risco aumentasse à medida que nos aproximamos da harmonia. (UOL)

Cresce número de denúncias contra estupro doméstico na cidade de Feira de Santana

O grande número de denúncias relacionadas a casos de estupro dentro do ambiente doméstico em Feira de Santana tem chamado a atenção da Delegacia de Atendimento à Mulher do município (Deam). De acordo com a delegada Clécia Vasconcelos, em 2013 foram registrados 38 casos em vias públicas. Já no ambiente doméstico o número foi tão pequeno que não entrou na estatística. Ao passo que em 2014, a delegacia registrou 40 estupros, sendo 13 praticados em vias públicas e 27 dentro do ambiente familiar. Segundo Clécia Vasconcelos, esse tipo de violência é geralmente praticado por parentes e até mesmo companheiros e maridos, mas hoje as mulheres são mais estimuladas a denunciar. “O estupro por si só já é um crime difícil, sofrido para a vítima representar quando o autor é o marido. E aqui na Deam a incidência maior é de companheiros e maridos”, informou a delegada. Clécia Vasconcelos informou que ao denunciar um caso de violência doméstica a mulher recebe ajuda psicológica e social, através do Centro Maria Quitéria. “Agora o grande obstáculo é que algumas mulheres representam no primeiro momento e em seguida voltam atrás. E nas poucas vezes que isso acontece a gente percebe que essa violência sexual também vem acompanhada da violência física. E a mulher representa pela violência física, mas não pela sexual, e no processo não vem tipificando essa questão”, avaliou a delegada. Ainda segundo ela, é muito difícil o flagrante por estupro, porém isso não significa que o acusado de praticar o ato não será criminalizado. “A mulher já tem consciência de que mesmo ela sendo casada, também pode ser vítima de estupro, e está denunciando mais”, disse. (IG Notícias)

Ameaça com arma de brinquedo pode resultar em pena de prisão

Ameaçar alguém com uma arma de brinquedo pode se tornar crime, com detenção de até um ano. A proposta foi apresentada ontem pelo deputado Cláudio Cajado (DEM-BA), relator da Comissão Especial que analisa o projeto de lei 3722/2012, o qual altera o Estatuto do Desarmamento. O acesso facilitado de civis ao porte de armas de fogo de verdade está entre as outras alterações sob análise. Se o relatório, previsto para ser votado no dia 17, for aprovado, o texto seguirá para o plenário da Câmara dos Deputados. Tornar crime a "ofensa com arma de brinquedo" fará com que quem possui e utiliza tais objetos seja punido de forma mais rígida. Hoje, esses produtos tem fabricação, comercialização e importação proibida em todo o país, mas não há punição específica para quem utiliza as falsas armas em assaltos, por exemplo. No documento, o crime é detalhado como utilização de "arma de brinquedo ou simulacro de arma de fogo capaz de atemorizar outrem, para o fim de cometer crimes, sem prejuízo das penas cominadas para algum outro crime cometido". Para Cajado, a nova tipificação é necessária. "Muitos bandidos utilizam arma de brinquedo, fazem cópias de armas comuns. A pessoa vítima de um crime não vai saber se é de brinquedo ou não", disse. Levantamento realizado pelo Instituto Sou da Paz, com base em dados de apreensões de armas no Estado de São Paulo em 2011 e 2012, apontou que cerca de 25% dos mais de 7 mil artefatos apreendidos correspondiam a simulacros. "Se ao menos numa primeira avaliação o uso do simulacro pode ser uma boa notícia, ao indicar menos armas disponíveis e uma redução do potencial da letalidade da violência contra o cidadão, por outro, o crescimento desta utilização deve ser monitorado de perto e combatido", afirma o estudo do Sou da Paz.(Estadão Conteúdo)

Quadrilha é presa com armas e fardamento especial em Pojuca

Policiais Militares da 32ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), sob o comando do Major Bruno Sturaro, policiais Militares da Cipe/Polo e da Cipe/Litoral Norte, realizaram uma grande operação na manhã desta quinta-feira (11), em diversos bairros do município de Pojuca. De acordo com informações da polícia, durante a incursão houve confronto e um homem identificado como Ricardo Silva da Cruz resistiu a prisão disparando vários tiros contra os policiais. Ele foi alvejado por dois tiros, mesmo socorrido, veio a óbito no Hospital Municipal de Pojuca. Com ele foi encontrado um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 28 e um colete antibalístico. Foram presos também em flagrante por porte ilegal de armas e drogas três homens que fazem parte da mesma quadrilha. Vailson Silva da Cruz, Cosme Silva da Cruz e Damião Silva da Cruz, estavam com três revólveres calibre 38, uma espingarda calibre 28 e três coletes antibalísticos. Ainda segundo o comandante Major Sturaro, a quadrilha vinha praticando vários roubos na região e confessaram roubo ao pedágio da Bahia Norte da BA 093/ Mata de São João, além de diversas bases da Petrobras, veículos, fazendas e empresas de segurança patrimonial que atuam nas bases da Petrobras. (Bocão News)

Estudo oferece explicação científica para a divisão do Mar Vermelho


Segundo o jornal The Washington Post, um dos eventos mais famosos da Bíblia, a divisão do Mar Vermelho por Moisés, pode ter uma explicação científica. A estreia do filme Êxodo: Deuses e Reis, esta semana, tem contribuído para um amplo debate sobre o assunto. Ao longo da história, a maioria dos cristãos aceita a narrativa como um milagre. Porém, Carl Drews, engenheiro do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica dos EUA (NCAR), defende que pode comprovar como ocorreu a salvação dos judeus no episódio mais conhecido do Êxodo. Drews, que se define como “um dos muitos cristãos que aceitam a teoria científica da evolução”, apresentou um estudo, mostrando com simulações em computador, como a divisão do Mar Vermelho pode ter sido um fenômeno meteorológico. As simulações no computador indicam que um forte vento vindo do leste poderia fazer a água retroceder até duas bacias antigas, formando uma espécie de curva ao longo do Mediterrâneo. Isso criou uma “ponte de terra” medindo cerca de 4 km de comprimento por 5 km de largura. Espaço suficiente para o povo liderado por Moisés passar. “As simulações encaixam bem com o que está relatado em Êxodo”, esclarece o pesquisador. Segundo ele, Moisés teve cerca de 4 horas para conduzir o povo até o outro lado. 
Não é de hoje que Drews estuda o tema. Em 2010, sua tese de mestrado para o curso de Ciências Atmosféricas e Oceânicas da Universidade do Colorado em Boulder, já propunha essa explicação. Atualmente, ele trabalha para o Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica, um dos principais institutos de pesquisa dos Estados Unidos. No centro da proposta de Drews está a reconstrução da geografia do local na época do Êxodo. Ele aponta a maior probabilidade que um vento de 100 km por hora, soprando por 12 horas, poderia “encanar” numa faixa com pouco mais de dois metros de profundidade. Tudo baseado na “dinâmica de fluídos”, área de física essencial nos estudos sobre furacões. Assim que o vento parasse de soprar, as águas rapidamente voltariam a seu estado original. Um aspecto levantado por ele e aceito amplamente pelos eruditos bíblicos é que a travessia não foi no Mar Vermelho que conhecemos, mas no Mar dos Juncos, situado mais ao norte. Mudanças radicais foram feitas pelo homem naquela região nos últimos séculos. Ele e sua equipe montaram um modelo que reproduz a dinâmica dos ventos na região do canal de Suez e no Delta Oriental do rio Nilo. Isso não mudou tanto com o passar do tempo. Há um relato de um fenômeno similar no ano de 1882, na mesma região. Ao mesmo tempo, ele segue o relato do texto bíblico de Êxodo 14:21 “Então Moisés estendeu a mão sobre o mar, e o Senhor afastou o mar e o tornou em terra seca, com um forte vento oriental que soprou toda aquela noite. Sua intenção não é negar a intervenção divina, mas tentar explicar como ela aconteceu. O professor Drews compilou todo seu estudo no livro Between Migdol and the Sea: Crossing the Red Sea with Faith and Science [Entre Migdol e o mar: A travessia do Mar Vermelho com Fé e Ciência]. Para o pesquisador, “Fé e ciência pode ser compatíveis, se você estiver disposto a considerar outras interpretações do texto, outras ideias de como as coisas poderiam ter acontecido”.

Gêmeas siamesas nascem unidas pelo tórax e dividem o mesmo coração

A agricultora Iara Pereira Dourado, de 24, deu à luz gêmeas siamesas nessa quarta-feira (10), no Hospital Materno Infantil, em Goiânia. Os bebês são unidos pelo tórax e abdômen, compartilhando o fígado e coração. De acordo com o médico cirurgião Zacharias Calil, que acompanhou o parto, o nascimento foi tranquilo, mas o caso é considerado grave. Mesmo diante da situação, o pai das meninas, o agricultor Jeiel dos Santos Guedes, de 25 anos, não contém a alegria com a chegada das filhas: “A felicidade supera tudo isso”. O casal mora na cidade de Ibipeba, na Bahia. Segundo o pai das crianças, batizadas como Anny Beattriz e Anny Gabrielly, ele e a esposa ficaram sabendo que as filhas eram siamesas no sexto mês de gestação. “No sétimo mês, tivemos a certeza absoluta da situação delas e da gravidade. No oitavo mes, nós viemos para Goiânia”, relatou. Segundo Jeiel, eles tomaram a decisão de vir para a capital goiana, pois a região em que viviam não tinham estrutura para atender a complexidade relacionada a uma gestação que gêmeos siameses exige. “Pesquisamos na internet e vimos que aqui tem uma equipe de referencia. Além disso, tenho família aqui em Goiânia, minhas irmãs moram aqui, então decidimos vir para ter o melhor para as meninas”, disse. Apesar da situação, acredita no desenvolvimento das meninas. “No início, lógico que ficamos surpresos com a notícia, mas tivemos fé e força para seguir em frente. E elas são a força que precisamos agora”, disse Jeiel. (G1)

Diminuem os casos confirmados de chikungunya em Feira de Santana

Na primeira semana de dezembro, foram descartados 153 casos entre os 1.381 suspeitos de ser portadores da febre chikungunya em Feira de Santana (a 108 km de Salvador). O quantitativo reflete um crescimento de 3,3% em relação ao mês anterior. A ampliação do número de casos descartados é proporcional ao crescimento de 4% nos casos confirmados, que passaram de 718 para 748 em uma semana. Os números constam no boletim da febre chikungunya divulgado nesta terça-feira, 9, pela Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana. Os números positivos refletem as ações desenvolvidas no município, como mutirões, visitas domiciliares, tratamento focal, bloqueios, acompanhamento e monitoramento dos casos por técnicos da Vigilância Epidemiológica, treinamento de educação em saúde e divulgação das formas de prevenção nos meios de comunicação. Outras ações Outras ações estão sendo desenvolvidas diariamente: monitoramento dos casos notificados nos bairros; capacitação dos profissionais das policlínicas e estabelecimentos de saúde em geral; reuniões semanais com os diversos setores envolvidos. (Jornal A Tarde)

Água da terra foi trazida por asteroides, dizem dados da sonda Rosetta

 
Os dados obtidos pela sonda europeia Rosetta apoiam a visão de que a maior parte da água da Terra foi trazida por asteroides, ao contrário de uma teoria mais recente, que indicou que os oceanos foram criados por cometas. Desde que a Rosetta entrou em órbita próxima de um cometa chamado 67P/Churyumov-Gerasimenko em agosto, a sonda tem analisado a assinatura química de gases do astro. Um dos objetivos era verificar se a água é a mesma encontrada em nosso planeta. Se fosse, poderia apoiar a visão de que cometas gelados colidiram com a Terra primitiva e trouxeram água pela primeira vez. Mas o mais recente estudo mostra que a assinatura química da água do cometa 67P é distinta da que existe na Terra. Acredita-se que o 67P, assim como muitos cometas, se originaram dos confins do sistema solar, o que prejudica a visão de que os cometas eram a principal fonte de água para os oceanos da Terra. "Não é a mesmo água que terrestre, é muito mais pesada", disse Kathrin Altwegg, físico da Universidade de Berna, na Suíça, e principal autor do estudo publicado nesta quarta-feira na revista Science. Os cientistas agora esperam que a teoria seja testada mais profundamente. A fonte da água da Terra tem sido um enigma de longa data. Há cerca de 4,6 bilhões de anos, o planeta foi extremamente quente e provavelmente abrigou pouca ou nenhuma água. As teorias mais prováveis é de que a água do nosso planeta veio de cometas ou de asteroides ricos em gelo.

Taxa de desemprego no terceiro trimestre fica estável, mostra IBGE

A taxa de desemprego no país ficou em 6,8% no terceiro trimestre deste ano, mostrando estabilidade em relação ao segundo trimestre de 2014 (6,8%) e ao terceiro trimestre do ano passado (6,9%). Os dados divulgados hoje (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua), a pesquisa de emprego do IBGE que abrange todo o país a cada três meses, enquanto a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) investiga as seis principais regiões metropolitanas. De acordo com o levantamento, o nível de ocupação no período investigado foi 56,8%, também permanecendo estável na comparação com o segundo trimestre deste ano (56,9%) e com o terceiro trimestre de 2013 (57,1%). Entre os meses de julho e setembro deste ano, a pesquisa apontou 6,7 milhões de desempregados no país, contra 6,8 milhões no segundo trimestre do ano, o que significou queda de 1,4% na população desocupada. A Região Nordeste foi a que apresentou a maior taxa de desemprego (8,6%) e a Região Sul ficou com a menor taxa, 4,2%. No período apurado, o desemprego de jovens entre 18 e 24 anos de idade foi 15,3%, bem acima da média total de 6,8%. De acordo com o IBGE, o comportamento foi verificado em todas as cinco regiões do país, com destaque para o Sul (10,2%) e o Nordeste (19,1%). Entre as pessoas com idade entre 25 e 39 anos e de 40 a 59 anos, o desemprego foi 6,4% e 3,4%, respectivamente. A Pnad Contínua do terceiro trimestre de 2014 confirmou que das 92,3 milhões de pessoas ocupadas (69,8%), o número de trabalhadores por conta própria (23,3%) é maior que o de empregados (4,1%) e o de trabalhadores familiares auxiliares (2,8%). A maior concentração daqueles que trabalham por conta própria foi verificada nas regiões Norte (30,2%) e Nordeste (29,4%). Entre os trabalhadores do setor privado, 78,1% tinham Carteira de Trabalho assinada, o que, segundo o IBGE, representou avanço de 2,7 pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2012. Também houve aumento do número de trabalhadores com carteira assinada em todas as regiões, na comparação com o terceiro trimestre de 2013. As maiores taxas ocorreram no Norte (65,6%) e no Nordeste (63,0%). Em relação ao gênero, a Pnad Contínua mostra que o Norte apresentou a maior diferença na contratação de homens (71,0%) e mulheres (43,1%), no terceiro trimestre de 2014. A Região Sul ficou com a menor diferença, sendo 71,2% para os homens e 51,8% para as mulheres. As informações são da Agência Brasil.

Empresa de Israel lança a menor Bíblia do mundo

Chamada de “Nano Bible”, a menor edição do Novo Testamento do mundo foi desenvolvida por ume empresa com o mesmo nome, sediada em Israel. O quadrado de silício tem apenas 4,76 milímetros de cada lado. Foi reconhecida pelo Guinness Book, o livro dos recordes, como a menor Bíblia do mundo. Um especialista foi convidado a verificar que o texto em grego de fato continha os 27 livros que compõe o Novo Testamento. O chip contém a versão original em grego do Novo Testamento, mas só pode ser lida com o auxílio de um microscópio. Cada letra mede 0.18 microns (18 milionésimos de metro). O recorde anterior era de uma Bíblia criada por um indiano, medindo 2.8 x 3.4 x 1.0 cm. Seu propósito é decorativo e pode ser colocado em relógios ou pingentes. É vendida como parte de uma joia por 99 dólares no site da empresa. “Nosso objetivo é ser capaz de produzir em larga escala e torná-la acessível a qualquer pessoa interessada em carregar uma”, explicou David Almog, president de marketing da empresa. Segundo a Nano Bible, já está em desenvolvimento uma versão completa do Antigo Testamento, no mesmo modelo. Com informações NBC News e Daily Mail

Reforma do Código Penal inclui a corrupção na lista de crimes hediondos

O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) apresentou hoje (10) à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado substitutivo ao projeto de reforma do Código Penal (PLS 236/2012). A proposta mantém pontos do substitutivo apresentado pelo senador Pedro Taques (PDT-MT). Mais rigoroso na punição a condenados, o Código prevê penas maiores para crimes contra a vida e amplia a lista de crimes hediondos, incluindo a corrupção. Ele também institui sistema mais rigoroso de progressão de penas, impondo ao condenado por crime mais grave tempo maior em regime fechado. Hoje, é exigido de condenados primários o cumprimento de, pelo menos, um sexto da pena para pleitear o benefício. Entretanto, o novo Código Penal pode prever o mínimo de um quarto da pena. A proposta também aumenta a pena para homicídio simples. Ela passa dos atuais seis para oito anos de prisão. Com isso, o condenado começa a cumprir pena obrigatoriamente em regime fechado. O tempo máximo de prisão continua sendo 30 anos, mas a condenação, se tiver agravantes, pode chegar a 40 anos, tempo que será usado para cálculo da progressão de pena. Para dar mais coesão e sistematicidade ao texto do Código, Vital do Rêgo manteve a ideia de substituir todas as chamadas leis penais extravagantes por um único diploma legal. Entre as mudanças, a previsão de faixas mais precisas para causas de aumento e diminuição de pena. Para maior segurança jurídica e certeza da pena, as faixas de aumento foram estreitadas, evitando exageros. Contrariando sugestão da comissão de juristas que elaborou, em 2011, o anteprojeto que originou a proposta final, o substitutivo mantém o aborto como crime, com as exceções previstas em lei: casos de estupro e risco de vida para mãe, condição de fetos anencéfalos ou com anomalias graves que inviabilizem a vida intrauterina. A proposta dos juristas previa a possibilidade de interrupção da gravidez nas 12 primeiras semanas por incapacidade psicológica da mãe. A sugestão foi retirada pela comissão especial de senadores que analisou o texto antes da CCJ. Pelo texto, o porte de droga ilícita também continua sendo crime. Quando se tratar de pequena quantidade, vale a regra atual, que o juiz examina as circunstâncias, define se a pessoa é traficante ou usuário e aplica medidas educativas ou alternativas O substitutivo de Vital também garante ao juiz possibilidade de aplicar ou não o chamado "princípio da insignificância" em caso de reincidência. No substitutivo anterior, elaborado pelo senador Pedro Taques, o princípio só poderia ser aplicado uma vez. Para Vital, dessa maneira não se estimula a prática reiterada de pequenos delitos e nem se pune excessivamente o sujeito que praticar dois furtos de valor irrisório. Segundo o relator, o texto também melhora a responsabilização penal da pessoa jurídica, definindo que empresas possam responder criminalmente por atos de seus diretores ou administradores. Além desses pontos, a proposta traz como novidades dois novos capítulos sobre crimes contra a humanidade e segurança pública. Avaliada por Vital do Rêgo como o “Código do equilíbrio”, a proposta teve como base o anteprojeto da comissão de juristas instalada no Senado para atualizar o Código Penal, que é de 1940. O texto também foi analisado por uma comissão especial de senadores, que acatou muitas mudanças sugeridas pelo senador Pedro Taques. "Em resumo, nosso esforço foi no sentido de buscar um equilíbrio entre as duas finalidades de uma legislação penal, de forma a punir os agentes criminosos de maneira proporcional à gravidade da conduta e evitar que o legítimo anseio de reparação por parte da sociedade se transforme em abuso estatal”, salientou Vital do Rêgo. Por causa de um pedido de tempo dos senadores para análise mais profunda da proposta, o texto deve ser votado semana que vem CCJ do Senado. Se aprovado na Comissão, o texto segue para apreciação do plenário da Casa e depois para a Câmara dos Deputados. As informações são da Agência Brasil.